Mestrado Profissional em Engenharia de Produção e Sistemas Computacionais

Linhas de pesquisa

As áreas de concentração do MESC são divididas em três linhas de pesquisa:

Engenharia de Sistemas de Informação

Os Sistemas de Informação são cada vez mais críticos para o funcionamento das organizações e têm influência contínua na sociedade. Praticamente todas as atividades humanas na sociedade moderna envolvem Sistemas de Informação, onde agentes humanos e computacionais interagem para atingir seus objetivos. Dada a sua complexidade, soluções que envolvam o desenvolvimento e uso de Sistemas de Informação requerem uma visão tanto geral como integrada de múltiplas tecnologias e áreas de conhecimento. O objetivo desta linha de pesquisa é estudar modelos, métodos, técnicas e ferramentas para o desenvolvimento e uso de sistemas computacionais na solução de problemas relacionados ao processamento de informações e à tomada de decisões em diferentes setores.

Os temas investigados nessa linha de pesquisa incluem, dentre outros assuntos:

  • Engenharia de Software;
  • Mineração de Dados;
  • Inteligência Computacional;
  • Sistemas de Apoio à Decisão.

Implantação, Gestão e Avaliação de Sistemas de Produção

Esta linha tem por objetivo realizar estudos, pesquisas e prestação de serviços nas áreas de estratégia, organização, medição e avaliação do desempenho de sistemas de produção e operações.

Nessa linha, serão desenvolvidos estudos nas seguintes áreas:

  • Modelos de negócios e competitividade, organização industrial e desenvolvimento tecnológico, análise de cadeias produtivas, análise de sistemas locais de produção e clusters regionais, análises setoriais, estudos de prospecção técnico-econômicas de setores emergentes;
  • Projeto, direção e controle dos processos que transformam insumos em produtos e serviços;
  • Análise das estratégias de operações, modelos de previsão, análise dos projetos, produtos e processos de produção, planejamento da capacidade, estudos de lay-out, estudo dos sistemas de planejamento da produção, bem como dos recursos e da gestão da cadeia de suprimentos e logística, programação e controle da produção e operações, análise da automação da produção e da manutenção industrial;
  • Acompanhamento, desenvolvimento e consolidação de modelos de estratégias corporativas, planejamento estratégico e as diferentes dimensões do contexto organizacional que favoreçam a sistematização de seu processo de evolução;
  • Estratégias nas organizações em um contexto dinâmico de mudanças e suas repercussões nas diferentes áreas funcionais e nas interações com seu ambiente;
  • Aspectos ligados a estratégias competitivas, empreendedorismo, inovação, gestão ambiental, estrutura e comportamento organizacional, visando contribuir para as teorias, métodos de análise e de intervenção nas organizações;
  • Investigação empírica das diversas formas do uso da medição de desempenho com vistas ao diagnóstico, desenvolvimento e implementação de sistemas que favoreçam as organizações a atingirem os seus objetivos de medição de desempenho organizacional;
  • Modelos de referência para gestão da qualidade, suas ações e níveis de abrangência, propostas de programas e métodos visando à garantia da qualidade e melhoria contínua de produtos e processos e avaliação e gerenciamento do nível de maturidade desses sistemas;
  • Integração e coordenação de cadeias produtiva, particularmente a do petróleo e gás, com vistas à proposição de reestruturações e de modelos de gestão para melhoria do seu desempenho em qualidade e produtividade;
  • Abordagens e ferramentas para melhoria contínua, aprendizagem e conhecimento organizacional, principalmente com a finalidade de propor e aplicar modelos para a melhoria da tecnologia de gestão e do desempenho de processos nas empresas e organizações de modo a auxiliar as organizações públicas e privadas a aprimorarem seus sistemas de produção e operações.

Pesquisa Operacional e Simulação

A Pesquisa Operacional (PO) é uma ciência aplicada voltada para a resolução de problemas sistêmicos envolvendo situações de tomada de decisão, através de modelos matemáticos habitualmente processados computacionalmente. A PO tem como base os conceitos e métodos de outras disciplinas científicas, introduzindo objetividade e racionalidade ao processo de tomada de decisão, porem considerando os elementos subjetivos e de enquadramento organizacional que caracterizam o problema. Face ao seu caráter multidisciplinar, a PO é uma disciplina científica de características horizontais, com suas contribuições estendendo-se por praticamente todos os domínios da atividade humana.

O objetivo dessa linha de pesquisa é agregar estudos sobre:

  • Desenvolvimento de técnicas de resolução de problemas, e no ensino das mesmas, relacionadas aos campos da programação matemática, da teoria dos grafos e modelos e técnicas probabilísticas, tais como programação linear, programação inteira, otimização combinatória, metaheurísticas, grafos, processos estocásticos, teoria das filas e análise multicritério;
  • Logística, tais como administração dos fluxos de materiais (transporte, estoque, armazenagem), planejamento da demanda e dos estoques, do dimensionamento da frota, definição de rotas, localização e dimensionamento de instalações, etc, considerando os múltiplos aspectos qualitativos do processo de decisão gerencial que devem, em diversas situações, ser integrados às técnicas quantitativas que levem em conta os aspectos humanos dentro da empresa, bem como a complexidade dos problemas ambientais e da sistematização do processo de tomada de decisão.

Copyright 2022 - STI - Todos os direitos reservados

Skip to content